sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

SIMPLES DESEJO!

De repente pensei nas coisas simples que me fazem feliz.
Como gosto de coisas, que não dependem de ninguém, ou melhor, que estão lá, só para serem usufruídas, é fácil e simples relacionar...
Bem, algumas precisam de uma ajudinha alheia, mas se não acontecer, vivo outras coisas...
Então, vamos lá...!
Ver a Baia de Guanabara, do bairro da Urca, é algo que todos deveriam fazer antes de partir desse mundo.
Um passeio na Lagoa, de bicicleta, sentindo seus contornos, é de tirar o fôlego.
Sentar na Pedra do Arpoador e olhar o mar, depois dar um mergulho, e com a alma lavada, ficar pronta para os nãos da vida, faz um bem enorme.
Tomar suco de morango com laranja, também é bom; e sorvete de pistache? Hummm!! Delícia!!
Ficar horas no telefone, com um amigo (a) querido (a), com quem a gente tem mil afinidades, é tri, como dizem os gaúchos... rsrsr
Conversar com desconhecidos, e descobrir que são inteligentes, e bom de papo, cai muito bem...
Tomar água de coco, no mirante do Leblon, com uma das vistas mais bonitas do mundo, também é gostoso...se for com uma companhia bacana, melhor ainda.
Aquela pipoca com queijo da esquina, eu não resisto, e quer saber; o pão na chapa, cheio de manteiga, da padaria do bairro, também não.
Os doces portugueses? Como sem culpa, depois vejo o prejuízo, mas na hora, vou fundo...!
Adorooo escutar música alta, ou então sou radical, com fones nos ouvidos, e os vizinhos agradecem.
Dançar na sala, também é legal, se for acompanhada, é ótimoooo!
Caminhar de mãos dadas também é muito bom, e aquele beijo sem razão? Aliás, existe beijo sem razão? rsrsrs
Dar um cheiro no cangote, e sentir o perfume dele, é demaissss!
Ler um bom livro de uma só vez, é um mergulho fundo na fantasia, e vale mais que uma sessão de terapia...
Telefonar para os pais, e dizer que gosta deles, pode assustar, mas é muito bom, e faz bem...
Fazer um chamego, nos cachorros da rua, pode acabar em mordida, mas ninguém paga o olhar carente e agradecido de um cão abandonado, acarinhado...
Trabalhar em algo que nos dê um prazer imenso, também é super, até passa a ser lazer.
Sair com os amigos, falar besteiras, rir muito, é melhor que fazer plástica rejuvenecedora...rsrsr
Ver o por do sol, em Ipanema, é de agradecer por ter nascido nessa cidade.
Andar numa trilha, no meio da mata, pela manhã, cercada de passarinhos, também me faz muitooo feliz.
Ter recebido aquele mãeeeee, do filho de 3 anos, quando ia para o trabalho, e o ver correndo para os meus braços, é inesquecível.
Ser feliz, ao contrário de ter razão, faz bem demais.
Ouvir: “Cala a boca e me beija”, é muito melhor que ouvir: Você está certa...
Ficar de mãos dadas, com avó doentinha, pode dar um aperto no coração, mas fica pra sempre, na lembrança, esse momento de ternura e amor.
Aquele abraço apertado, dado pela grande amiga, não dá para esquecer, e como consola...
Sentar no cinema, com uma barra de chocolate branco, mas preto também serve, e ver um filme legal, no meio da tarde, também é um super desejo, e fica um gostinho bom na alma.
Receber um torpedo, e-mail, telefonema, bilhetinho, etc., dizendo que gostam da gente...Poxa! É demais!!
Na falta disso, olhar para o espelho e pensar; garota você é maravilhosaaa! Também ajuda...rsrsr
Tomar um banho demorado, passar um hidratante de morango com champagne, no corpo, soltar os cabelos ao vento, para que ele seque, assim, livre. Um pouco de baton, cor de boca, colocar uma sandália confortável, um jeans surrado, aquela blusa preferida, e duas gotas de perfume na nuca. É maravilhoso!!!
Ter um dia inteiro pra curtir, e saber que todos os dias deveriam ser assim, pelo menos na imaginação, também não tem preço, e vale a pena viver...!
* Os locais citados, ficam localizados no Rio de Janeiro/Brasil

6 comentários:

Arlei disse...

"Ouvir 'Cala a boca e me beija' é muito melhor que ouvir 'Você está certa'"- Nádia, há uma profundidade mágica e insuspeita nesta frase... (sempre "furto" algo bacana no teu blog).
Morei durante quase um ano aí no Rio, gostava em especial das pedras do Arpoador porque me davam a sensação de estar numa das esquinas do mundo (algo que talvez só quem cresceu no interior possa entender).
Que bom que escreveste, estava esperando ler algo teu - foi um post ensolarado e agradável!
Abraço tri legal!

Joe_Brazuca disse...

e receber uma "crítica" muito favorável, neste seu blog delicioso, com textos idem, tb é bom ?...rsrs

coisas tão simples e tão saborosas, Nádia...né mesmo ?...a vida pode ser simples e radiante ao mesmo tempo...pois quase sempre o que é básico, é completo !

entrei aqui pela porta da frente, mas já com gosto de "porta da cozinha", já de casa...rs

ouvi o Rod Stewart, assim, na boa, logo de cara !...um dos meus favoritos...li exte texto e passei os olhos em outros, que volto pra ler sempre...ja te sigo "pelaqui"...isso sim que é MUITO BOM !...rsrs

parabéns, Nádia !...volto e volto...
bjs
Joe

Sem Floresta disse...

Adorei, acho que tudo finaliza no cala boca e me beija. demais adorei tudooo.

Francisco disse...

Bom ler esse texto e fazer um tour (ainda que imaginário) pelo Rio...!
Eu trocaria apenas o sorvete de pistache por um de uva... Bah! guria... é bom demais!! rss
Beijo.

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Claro que não existe beijo sem razão ....!

A.S. disse...

Nadia,

Revisitar locais, momentos, emoções... parar no tempo e pensar como tudo é tão breve!
Por isso, vivamos a vida intensamente, como se cada minuto fosse o último! Na enseada do tempo, repousam ainda todos os sonhos, todos os desejos, todas as aventuras!...


Beijos, querida!
AL