sábado, 11 de junho de 2011

TER OU NÃO TER NAMORADO...

Na falta de inspiração maior, eu fico com a ótima crônica de Arthur da Távola...



TER OU NÃO TER NAMORADO...


Quem não tem namorado é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas.

Difícil porque namorado de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia. Paquera, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão, é fácil. Mas namorado, mesmo, é muito difícil.

Namorado não precisa ser o mais bonito, mas ser aquele a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dele a gente treme, sua frio e quase desmaia pedindo proteção. A proteção não precisa ser parruda, decidida; ou bandoleira basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.

Quem não tem namorado é quem não tem amor é quem não sabe o gosto de namorar. Há quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem três pretendentes, dois paqueras, marido, um envolvimento e dois amantes; mesmo assim pode não ter nenhum namorado.

Não tem namorado quem não sabe o gosto de chuva, cinema sessão das duas, sanduíche de padaria ou drible no trabalho. Não tem namorado quem transa sem amor, carinho, quem se acaricia sem vontade de virar sorvete ou lagartixa e quem ama sem alegria.

Não tem namorado quem faz pacto de amor apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade ainda que rápida, escondida, fugidia ou impossível de durar.

Não tem namorado quem não sabe o valor de mãos dadas; de carinho escondido na hora em que passa o filme; de flor catada no muro e entregue de repente; de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Chico Buarque lida bem devagar; de gargalhada quando fala junto ou descobre meia rasgada; de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia ou mesmo de metrô, nuvem, cavalo alado, tapete mágico ou foguete interplanetário.

Não tem namorado quem não gosta de dormir agarrado, de fazer cesta abraçado, fazer compra junto. Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor, nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele, abobalhados de alegria pela lucidez do amor. Não tem namorado quem não redescobre a criança própria e a do amado e sai com ela para parques, fliperamas, beira - d'água, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical da Metro.

Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos; quem gosta sem curtir; quem curte sem aprofundar. Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada, ou meio-dia do dia de sol em plena praia cheia de rivais.

Não tem namorado quem ama sem se dedicar; quem namora sem brincar; quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele.

Não tem namorado quem confunde solidão com ficar sozinho e em paz. Não tem namorado quem não fala sozinho, não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.

Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre e você vive pesando duzentos quilos de grilos e medos, ponha a saia mais leve, aquela linda e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim.

Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela. Ponha intenções de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria.

Se você não tem namorado é porque ainda não enlouqueceu aquele pouquinho necessário a fazer a vida parar e de repente parecer que faz sentido. ENLOU-CRESÇA.


Um feliz dia dos NAMORADOS, para quem sabe namorar...

14 comentários:

Joana d'Arc disse...

BELO DIA NÁDIA... MINHA AMIGA DO PEITO!!! FELIZ DIA MESMO, ATRAVESSANDO AS PALAVRAS DE ARTHUR ME VEJO ENLOUQUECIDA POR TÊ-LA AO LADO NA ESCRITA...Nádia sabe a verdade do amor!!!
VOCÊ ALEM DE SER LINDA, TEM A FORMA DO BELO DESEJO QUE MUITOS ALMEJAM, E TEM A DOÇURA DO TATO EM SE EXPOR, SEMPRE EM CLIMA DO AMOR... MESMO NÃO TENDO PALAVRAS... (mas sabe furtar do outro e colocar mais ardor...) rsrsrs TE AMO Joaninha a AnJô

Joe_Brazuca disse...

eu já conhecia esse excelente texto, do "da Tavola"...
Ele era um "apassionato" de marca-maior, adora e entendia de música erudita como ninguem, pessoa sensível e inteligente...
Por tanto méritos,merece uma leitura mais atenta !

um beijo, Nádia !

Joe

Cris disse...

Loira Carioca,
Vc sabe que eu curto muitas das coisas que Arthur da Távola escreveu. Cheguei até a publicar algumas coisas dele também, em um dos meus antigos blogs.

Bom, isso não vem ao caso. O caso é o seguinte:

Ilma. Sra. MARIDA, que coisa é essa de namorar ou não namorar? Se vai arrumar namoro ou não???????? Esquece, Marida! Casou e agora é até que a morte nos separe. Não quero saber de pulo de cerca e relacionamento aberto......kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Sabe o que é bom? Somos felizes e a vida pra gente, apesar de todas as lutas que precisamos enfrentar nesse mundão de Deus o que sobra é a felicidade e a alegria e de uma amizade sem igual.

Namorando ou não, enamore-se todos os dias !

Beijos doces sempre pra vc!

Loira Paulista Marida

P.S Desculpa a demora em vir, vc sabe que minhas últimas semanas foram corridaaaaaaaaaasssssssss..
beijoca

Joana d'Arc disse...

Belo Dia... Querida Nádia desse CAIS QUE ME ORIENTA... e que se encaixa nos namoros dessa vida louca!!!
(e não é loucura da joaninha)

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Loira da minha vida
Vou ter que discordar total dese senhor. Eu acho que ter ou não namorado, não faz, não torna, não é mágica que transforma uma pessoa. A gente é...e às vezes está, ou seja, às vezes est'`namorando.

O dia em que eu precisar estar, ou ter, pra ser eu mesmo, pra ter felicidade, ou pra dar valor à vida, a, querida, aí eu me mato.
bjim procê

Joaninha disse...

NÁDIA?????
TÔSAUDOSAMENTESAUDOSADETI...
"As páginas envelhecem rápido sem a gordura natural para viver, que se encontra em seu olhar para o mundo."
Revele-se aos nossos olhos...


BEIJOS
JOANA/JÔ/(e não é loucura da joaninha)

Nina disse...

O amor é lindo e para se enamorar é realmente preciso crescer, ser maior e especial porque o amor é dádiva para poucos.
Publiquei esse texto em meu blog acho q nos dia dos namorados do ano passado ou retrasado, enfim isso só prova que temos bom gosto.
Adoro vc querida, que tua marida me desculpe ou ela adere a nossa relaçao formando um triângulo kkkk ou ela aceita nosso caso de amor que deve advir de outras tantas vidas. Nádia irmã é esse o sinônimo do teu nome p mim.
Enquanto namorado não vem, amamos todos os dias amigos, colegas e familiares.
Mil beijos Nina

Flavio Ferrari disse...

Adorei ... se não tivesse namorada me candidatava ... tks pela visita ao Arguta. bj

Américo do Sul disse...

surpreendente...

Tatiana Moreira disse...

Namorar é sempre muito bom!
Nos torna mais ternos!
Um beijo carinhoso

CEM PALAVRAS disse...

conheci seu blog através de um comentário seu postado no da Wal (céu aberto). Precisou eu vir parar por aqui para descobrir uma coisa: eu me achava uma idiota, mas não sou. o que eu sou é namoradeira, rsss
Muitos beijos

Adorei seu post das viagens.

Sem Floresta disse...

Venho através dessa pagina de comentários pedir você Nádia em namoro..adoro você Bruxinha.rssss

CAIS DO ORIENTE disse...

Ricardo querido!!
Vc é um bruxo, cheio de charme...rs
Beijos grandes!!!
* E quem sabe...rs

Marton Olympio disse...

" Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor, nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele, abobalhados de alegria pela lucidez do amor..."
Queria ter escrito isso.
Lindo demais...

Quem mora hoje no olhar desta moça?

beijos