terça-feira, 22 de março de 2011

MENINAS !!!



Nunca acreditei em destino, sempre achei que temos o livre arbítrio em tudo, salvo acidentes, doenças, estar na hora errada e no lugar errado...rsrs
Bem, mas sempre é tempo de mudar nossos conceitos. Não que eu tenha passado a acreditar que tudo já está escrito, seja nas estrelas, nas linhas das nossas mãos, ou mesmo na primeira cartomante mentirosa da esquina.
Continuo a crer que podemos mudar nossas histórias, porém existe o mistério, aquele que vive nas sombras, que nos surpreende de repente, tanto para o bem, quanto para o mal.
No ponto de vista afetivo, amoroso, da amizade, acho até que existe mais o mistério, do que o livre arbítrio, e a nossa sensação que se está escolhendo, é pura ficção.
Algo de mágico acontece quando escolhemos nossos amores. Os ligados à psicologia, dizem que é o nosso inconsciente, nossa história de vida dos primeiros anos que nos levam a certas opções amorosas.
Quer dizer, nosso passado faz nossas escolhas no presente.
Eu não sei, mas como a maioria das pessoas, eu só sinto. E são os meus sentimentos que me levam ao encontro de alguém.
Assim também funciono em relação à amizade, que é um sentimento de amor, porém sem sexo.
Normalmente uma grande amizade inicia diante de muitas afinidades, da convivência, ou em último caso, o nada nobre fato, do interesse.
Recentemente descobri um novo aditivo para surgir uma grande amizade. Talvez esse sentimento estivesse escrito no nosso caminho, fosse ele um ensinamento, um aprendizado, ou apenas tinha que acontecer...
Nos aproximamos através de terceiros, aliás, antipatia no primeiro olhar...rsrs
Uma vez li um texto ótimo de Rubem Alves, que dizia que o ódio unia mais que o amor. Acredito nisso até a página dois, pois gente saudável não cultiva ódios, pois eles são causa de doenças e desgaste.
Não odiava a pessoa, mas era um certo mal estar saber da presença. Tempos depois, já amigas, descobri que a recíproca era verdadeira. Eu também, era quase odiada por ela.
Trocamos apelidos nada calorosos, e não queríamos ver, nem saber, uma da outra, numa indiferença falsa, que revelava a imensa atração por entender e descobrir, mutuamente, quem éramos nós...
Um dia aconteceu, por caminhos tortuosos, mas ao mesmo tempo abertos, simples, como se a mãos divinas, dissessem: Agora chega, a lição foi passada; nos aproximamos, primeiro timidamente, depois com avidez de quem se descobre por inteiro.
Diante da magia dessa amizade, afeto, sintonia, nasceram duas novas mulheres. Uma menos armada, briguenta, “inimiga” de peso. Outra menos fria, calculista, pragmática.
Essas duas se transformaram nas meninas que foram um dia, numa doação de carinho, afeto e dedicação, quase viciante.
Esse final feliz, ou melhor caminho feliz, só foi possível, pois dentro de nós, existe caráter, inteligência, sensibilidade, verdade, dignidade, honestidade de propósitos, sentimentos puro de afeto e amizade.
Somos muito parecidas, sem ser espelho, mistura de doce com pimenta, gerando um agridoce, que se completa com o nosso gostar por chocolate, chá mate, viagens, fotos pessoais, filhos, família e bichos...
No mais, é uma amizade imensa, muitos risos, críticas construtivas, piadas sobre o nosso viver, colo, brincadeiras espontâneas, cumplicidade, confidências, torcida pelo sucesso da outra, felicidade compartilhada, enfim AMOR !

Esse post, é para CRISTINA VALENTE MOUTA, amiga querida, com quem eu divido, também, a minha alegria de viver.

18 comentários:

Joana d'Arc Neves de Paula disse...

MENINAS!!!
NÁDIA VOC~E É MUITO BOA NO QUE FAZ... QUE MANINA HABILIDOSA VOCÊ É, COM AS PALAVRAS...
MENINAS, QUEM NÃO AS TÊMM...
BEIJOS E BELO DIA

(e não é loucura da joaninha)

Cris disse...

LOIRA CARIOCA:

Ah, minha Loira Carioca... !
Por que será que na hora em que mais precisamos das palavras, elas nos fogem como pássaros em bando ?

Ah, minha Loira ! Estou aqui buscando em meio a toda a minha emoção e enternecimento, palavras! Palavras que agora escritas, possam traduzir o que eu sei que você sabe, mas que eu quero falar novamente.

Não saberia escrever um texto mais lindo que esse para descrever a nossa amizade, nossa aproximação, nossa história feita de carinho, confiança, ternura, luz, verdade, desapego e uma tremenda afetividade que nasceu sim, de um desafeto enorme...rs e, na mesma intensidade é amor!

Loira, a vida é maravilhosamente sábia e para quem deseja, repleta de luz.
Não compartilhamos desilusões, como você bem disse. Nossa força e nossa união foram maiores que qualquer tentativa de nos prejudicar. Compartilhamos de vida, alegrias, histórias de filhos, família, moda, cabelo, dúvidas,experiências mil, projetos, viagens, creminhos....rsrsrs

Quantas vezes, falamos juntas as mesmas coisas, descobrimos fotos idênticas, quando nem nos conhecíamos, gostos por coisas incomuns e bem comuns.

Estou sendo repetitiva. Trocando seu texto lindo por sinônimos. Talvez, porque você tenha colocado nele, tudo que há no seu e no meu coração.

Obrigada por ter vindo, ter estado comigo e ter feito morada por aqui. Obrigada por permanecer, por cultivar nossos laços, por aceitar meu afeto e em troca oferecer o seu.
Obrigada por ser linda e linda; não apenas por fora, mas principalmente por trazer toda a beleza do seu caráter, do seu coração.
Obrigada por tudo que vivemos juntas. Tenho a impressão que nossa história data de muitos e muitos e muitos tempos e caminhadas.
Ainda bem !

Com todo meu amor e admiração.
Beijos sempre doces !
Loira Paulista.

Cris disse...

Esqueci: a foto é linda!

Doce como vc.

A garotinha que está atrás é vc....rs. Ela é um pouco mais alta.....rs

AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO VC !

CAIS DO ORIENTE disse...

Joana,
Obrigada pelo seu carinho...
Beijos!
Nádia

CAIS DO ORIENTE disse...

LOIRA PAULISTA !

Com certeza nosso afeto, vem de muito longe...
São os mistérios da vida,que no uniu dessa forma tão carinhosa, generosa, cúmplice...
Amo muito vc!
LOIRA CARIOCA!
Nádia

António_portugal disse...

O Amor é algo que inexplicavelmente ninguém consegue explicar.
O Amor entre duas pessoas pode significar uma infinita amizade eterna. Sim, eterna... não acaba mesmo que alguém possa partir para um estágio superior. As amizades cimentam-se com as vivências das nossas vidas e não termina com a Morte. O respeito que cada um de nós nutre por outro(s) pode transformar-se, inteligentemente, em Amor.

Nádia, com este teu texto relembrei um grande amigo que já partiu e com quem privei durante os meus anos de universidade e com quem, com a cumplicidade de amigos verdadeiros, vivi os melhores anos da minha vida estudantil (a minha vida de universidade foi já casado e com um filho. Difíceis tempos que só foram possíveis de consquistar com o Amor de casa e desse grande amigo que nunca se esqueceu (incluindo a sua mulher e os 2 filhos) de me apoiar nos momentos maus, com a sua experiência de vida e familiar.

É difícil esquecer quem está eternamente, como disse, no nosso coração.

Gostaria de partilhar o seu nome e pedir-te autorização para o divulgar: Jorge Manuel Galveias

Beijos amigos
António

Solange disse...

Nádia do meu coração,

Lembro-me muito bem desse encontro (antes nada amigavel) rs
e hoje abençoadas pelo amor Divino são mais que amigas (irmãs)
pura e doce amizade entre voces duas.
BelO texto, escrevestes com amor e arte!
Bonito tambem foi ver voces arrasando na passarela.
Loira qrida,como eu gOsto você!

bj'sss

CAIS DO ORIENTE disse...

Antonio amigo,
Você sempre sensível e correto...
Uma verdadeira amizade não tem preço.
Tenho certeza que o seu amigo/irmão tinha o mesmo afeto, lealdade e carinho, por vc...
Beijos, e o meu carinho!

CAIS DO ORIENTE disse...

Sol amada!
Vc conhece bem essa nossa história, né?! rs
Conseguimos transformar o amargo e o fel, no doce mel...
Amo MUITO vc!!!
Beijos
Loira carioca!!
Nádia

Arione Torres disse...

Oi minha linda.
Passando para te desejar uma belea noite.
E te desejo um excelente final de semana. Que Deus ilumine sempre sua vida.Um abraço e um beijo nesse seu lindo coração.

Joe_Brazuca disse...

loiras da minha vida !

loirioca (a autora...) e loiristana ( a homenageada...)...rs

Voces se completam !

Schoemberg (o músico que tb filosofava...) dizia que "as engreangens do universo são tão incomensuravelmente infinitas, tão intrincadas e complexas, que nós, em nossos parcos e curtos conhecimentos, nunca descobriremos quando nossas "catracas" se encontrarão...A esse fenômeno chamamos de Deus !..."

Eis o mistério da fé !...A amizade não é dom, é dote !
Vivam-na e tenham-na, como fosse tesouro dos Deuses !

(e...me incluam nessa...só um pouquinho tá bão, tá ?...rsrs)

Loiras : voces duas escrevem "pacas"...Orgulho de te-las como amigas tão bonitas por fora e espetaculares por dentro !

beijos doirados às duas Damas do Sol !

amigo Joe "Brazuca" Canônico

Cris disse...

Joe Joe, como fui citada...rsrsrsrs

Quando a Loira Carioca entrou no seu facebook, confesso que fiquei meio P da vida e pensei: o que essa talzinha ( mas o apelido era pior) está fazendo entre os amigos do meu amigaçoooooooooo?

Esse sentimento durou um dia. Dois. Houve uma curiosidade imensa. Na verdade, vc foi o protagonista dessa amizade. Aliás, vc só protagoniza coisas boas.

Foi através do seu facebook que nós duas percebemos que éramos parecidas demais !
Entre um comentário e outro eu pensei: caramba, essa Loira Carioca tem tudo a ver comigo....rsrsrsrsrs

Dei o primeiro passo e curti um comentário que ela postou. A porta se abriu. Nossos corações se encontraram e foi uma festa, uma alegria ! Entre papos e mais papos fomos percebendo que havia muito mais coisa em comum do que podíamos supor. E só coisas incríveis, legais, pra cima. Exatamente como somos e como é nossa vida; mesmo quando enfrentamos as batalhas inerentes.
Exatamente como tem sido a nossa amizade.

Joe Joe, vc não só tem um espaço no nosso coração, como foi o elo que nos colocou uma na vida da outra.

ARIGATÔ....rs

beijos e mais beijos, meu querido amigo!

Loira, usei seu espaço aqui.....rsrsrs Beijos doces e...
To com saudadeeeeeeeeee [1000]

Joe_Brazuca disse...



MEA CULPA...MEA MAXIMA CULPA !

rsrsrsrs...

gosto muito de voces, leozinhas...rs

bjk

Joe

CAIS DO ORIENTE disse...

Meus queridos!!!

Eu tão distante e emocionada por tantas palavras lindas...
Agradeço ao mistério da vida, que colocou vocês no meu caminho.
Obrigada por existirem na minha história, pois ela se fez mais bela, com vocês.
Eu nem podia imaginar, que através de você Joe, iria resolver um problema "tão sério", quanto essa Loira Paulista...rs
Então, foi assim: Ela me "curtiu", depois foi a minha vez, e de repente um pedido de amizade... Aceitei feliz!!! rs
Como uma luz no fim do túnel, ou melhor, como um enorme quebra cabeça, tudo foi se encaixando.
O que antes era fantasia, passou a ser real.Porém, com base na verdade.Sem historinhas mirabolantes, mentiras, ou falsidades...
Zeramos tudo, e hoje somos mais que amigas, somos irmãs.
Beijos docesssss, nos dois, e o meu AMOR!!!
Nádia

Joe_Brazuca disse...


o AMOR é recíproco !...

:))

bjs

Arlei disse...

Nádia;
amizade (acho eu, quarenta anos depois de começar a brincar...) é algo meio sem medidas ou limites - talvez um dos poucos sentimentos que pode até hibernar, mas dificilmente morre. Não sabia destes "detalhes" de vocês, "loira carioca" e "loira paulista" e acho maravihoso o compartilhar destas miudezas da relação de vocês com quem admira a ambas, como eu.
(aliás, perdoa a ausência por aqui... mas sempre por boas causas, sem nunca abandonar... rsrs)

Abraço de um amigo de ambas!
Arlei (loiro gaúcho?)

Cris disse...

Ai que saudade !

beijos doces de uma saudade amarga....rs


Feliz por vc estar nessa viagem !

Cris disse...

haha.........Loiro Gaúcho !

fechado!


beijos